Conheça mais sobre Blister

Noções básicas

 Materiais

A palavra Blister vem do Inglês e significa Bolha. Pode ser feito em dois principais tipos de plásticos PVC  (Polivinil Cloreto ou Policloreto de Vinila) e PET (Polietileno Tereftalato ou Politereftalato Etileno), devido suas transparências.

Ferramentas

Para fazer Blister são utilizadas duas ferramentas: o molde e a faca. Num único molde são produzidas várias peças. A faca é usada para separar uma peça da outra e dar o acabamento nas bordas.

Os matérias mais utilizados para fazer moldes são:  alumínio e resinas de poliéster ou epóxica. A escolha do material depende da quantidade, da finalidade e do acabamento que se queira dar ás bolhas.

Tipos de Blister

Há vários modelos de Blister: 1) – selado (colado) na cartela, 2) – com abas dobradas para engavetar a cartela, 3) – com duas faces que se encaixam uma na outra, também chamado de “Clam Shell” (concha fechada).

Sempre, é o produto e seu público alvo que determinam a embalagem mais adequada.

Blister Selado

Para fechar o Blister selado em cartela é necessário uma maquina (prensa) de selagem e um ou mais gabaritos de selagem. A cartela precisa ter uma camada de verniz especial aplicada sobre impressão que serve de adesivo para o Blister.

Existem poucas gráficas com experiência e equipamentos necessários para a aplicação do verniz. Não confundir com os vernizes UV de acabamento gráfico.

Normalmente, o verniz para o PVC (mais antigo) não adere ao PET. Porem, o verniz do PET adere no PVC.

Blister de abas dobradas

Blister com abas para trás onde se engaveta/encaixa a cartela. Alguns clientes usam uma etiqueta ou um grampo para fechar, fixando o blister na cartela.

Blister Clam Shell

O Blister de duas faces pode ser fechado apenas com um clic, com botão de encaixe entre as partes. Pode ser soldado a quente ou solda eletrônica. A solda eletrônica serve apenas para o PVC.

VERNIZ DE SELAGEM – Gráficas em Curitiba:

Ingra (41) 3391-1600; Keops (41) 3014-2424; e Vernitec (41) 3587-1186. No Paraná há outras gráficas em Cascavel , Londrina e Maringá.

É muito recomendável que a gráfica que aplica o Verniz de Blister tenha experiência, pois há papéis, tintas e equipamentos mais adequados para garantir a boa qualidade da selagem.